Coluna do Imortal

Deu Mole

Alexandre Ricardo Schneider
Maio 06/ 2019

Estas foram às palavras do treinador Renato para tentar justificar o injustificável, ''o time do Grêmio deu mole''. Acredito que a resposta para o que aconteceu ontem na Arena Tricolor não seja tão simples, e se a equipe do Grêmio continuar achando que somente facilitou a vida dos adversários e não corrigir as falhas individuais e coletivas, provavelmente vamos penar para conquistarmos algo este ano.

No jogo de ontem, os 35 minutos iniciais foram dignos dos amantes do bom futebol, o Grêmio massacrou o Fluminense, marcação alta, passes verticais, total domínio das ações, velocidade, e naturalmente o Tricolor Gaúcho chegou aos 3 a 0, uma atuação de luxo, a vitória estava desenhada, só restava saber de quanto iria ser a goleada, só esqueceram de combinar com o Fluminense.

Após o terceiro gol, a equipe do Grêmio começou a cadenciar o jogo passando a impressão que estava poupando-se para o jogo da Libertadores, e em falhas individuais e grosseiras entregou 2 gols para o adversário, complicando a partida.  

Na segunda etapa, o Grêmio continuou desinteressado pela partida, e o Fluminense pressionando cada vez mais. O time estava fora do ar, as alterações na equipe não reanimavam o Grêmio. O inacreditável estava acontecendo na Arena!  Não lembro de ter visto algo parecido (abrir um placar de 3 a 0 e perder por 5 a 4)! Uma derrota inadmissível para os padrões do Grêmio! Um fiasco!

Que esta partida sirva de lição!

Na próxima quarta-feira (08/05) pela Copa Libertadores, o time do Grêmio não pode ''dar mole'' contra a Universidad Católica do Chile, o jogo vale a vida na competição.


Boa semana a todos!



(Foto: Divulgação/Grêmio)




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais