Coluna Circulando e a política atual.

Está rendendo.

Ana Maria Leal
Março 12/ 2019

Tem alguma coisa acontecendo nas redes sociais ''causando'' no ambiente político.

Nesta segunda-feira (11) o vereador Tenente Costa (PP) fez uma referência ao assunto durante a sessão da câmara.

Falou em coragem e independência de quem ocupa cargos eletivos.

Considera que quem está no meio deve ter coragem de sustentar suas posições. E sozinho.

''Quando a pessoa se envolve na vida pública a primeira coisa que temos que ter é coragem para aguentar as críticas, aguentar pessoalmente, não repassar aos nossos familiares, a coisa mais feia que pode ter no homem é querer criticar o vereador e mandar os parentes, mulher ou filha, para a rede social, na rede pública temos que aceitar elogios e criticas, nunca levei para o lado pessoal e nunca envolvi meus familiares''.

Além de ter contato que, nesse caso, há pessoas se escondendo atrás de outros nas redes sociais para, quem sabe, não se expor, ou não precisar justificar o que está sendo dito (escrito), o vereador ainda afirmou que o poder legislativo, e quem assume a responsabilidade de ser um legislador, precisam manter sua independência.

''Faço parte do governo, defendo o prefeito e a administração, mas isso não significa que o vereador não pode ter opinião própria. O legislativo tem que ter opinião própria, trabalhar em conjunto, mas ser independente''.

Ao final da sessão, Costa agradeceu a colaboração de todos os colegas vereadores e a postura ao longo dos trabalhos que conduziu interinamente, pois o presidente Daniel Weber (PP) se ausentou para participar do V Encontro de Lideranças do Agronegócio realizado pelo Sindicato Rural, Farsul e Cotrijal.


(Imagem meramente ilustrativa)

Compartilhe esta coluna em suas redes sociais