Coluna Circulando e a política atual.

Medindo forças.

Ana Maria Leal
Novembro 07/ 2018

Ganhe uma eleição para sentir o quanto aumenta à sua volta o número de pessoas dispostas a tirar uma casquinha do poder e planejar um futuro ocupando ou indicando cargos públicos, galgando degraus e cobiçando disputas eleitorais que estão por vir.

Nada mais natural no meio político, seja o partido que for.

Basta estar no poder.

Não é diferente com o PSL (Partido Social Liberal) do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Muitos estão se aproximando. 

Ontem (06), encontrei Maria Luiza Locatelli quando estava finalizando sua prestação de contas da campanha à justiça eleitoral pois terminava o prazo para os candidatos que encerraram a participação nas eleições deste ano no primeiro turno, e me disse que a realidade do PSL em Carazinho, essa divisão na presidência - Ivaldir Schmittel é presidente até o fim do ano mas um grupo apresentou Maria Luiza como presidente também - ocorre com o PSL em todo o estado.

Nesta quarta (07) recebi nota encaminhada pelo jornalista Sérgio Cornélio, membro do PSL local, informando que o grupo à frente do partido na cidade e que se denomina 'Grupo dos 8' agora tem mais um integrante, justamente o nome de Maria Luiza.

A primeira mensagem do texto é clara. Maria Luiza está no grupo. Ivaldir não.

Para esse grupo, ele não existe.

A mensagem seguinte é informar que o vice-prefeito de Carazinho tem poder devido à proximidade com o governador eleito.

Parece um recado ao vereador João Pedro Albuquerque de Azevedo, presidente do PSDB na cidade, partido do governador, pois recentemente Fernando Sant' Anna de Moraes me disse que o PP não foi chamado para conversar sobre cargos que o PSDB vai indicar na cidade, e ao seu ver o PP deve ser chamado, pois teve alguns membros apoiando o tucano na disputa pelo Piratini.

Na imagem do Circulando uma foto de Arquivo que mostra algumas pessoas do grupo dos 9, faltando Luiz Antônio Bagetti, Leomar Tombini, Sérgio Cornélio, e na qual aparece ainda o emedebista Mauro Locatelli, marido de Maria Luiza, que a acompanhou na ocasião :

Aqui está a íntegra da nota do PSL:


''NOTA PARA A IMPRENSA

 

Desde ontem, dia 6 de novembro, o chamado 'Grupo dos 8' passa a ser ' Grupo dos 9'.

A ex-candidata a deputada estadual e integrante da diretoria provisória do PSL Carazinho, Maria Luiza Locatelli, a 'Malu' irá somar ao grupo pluripartidário, que tem ainda, Fernando Sant' Anna de Moraes, Rafael Sant´Anna de Moraes, Giovana Cecconello, Luiz Antônio Bagetti, Leomar Tombini, Sérgio Cornélio, Alécio Sella e Paulo Morcheiser.

O grupo vem trabalhando em diversas ações de cidadania, nos últimos tempos, intensificando suas ações durante a campanha eleitoral, tendo como foco principal a eleição de Jair Bolsonaro, mas também com forte apoio ao senador Luiz Carlos Heinze em Carazinho e região. Além disso, o vice-prefeito Fernando Sant' Anna que faz parte do grupo possui contato direto com o governador eleito, Eduardo Leite. Novas ações deverão ser realizadas, oportunamente''.



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais