Coluna dos Apaixonados pelo Colorado

Vice-liderança

Anderson Amaral
Outubro 01/ 2018

Vitória em casa e empate fora. Essa era a primeira frase da coluna anterior, chamando a atenção para os últimos 12 jogos da reta final do Brasileirão.

O dever de casa contra o Vitória foi cumprido, mesmo que a arbitragem tenha se equivocado ao marcar o pênalti convertido por D`Alessandro, o velhinho bom de bola.

Erros e equívocos são inerentes a qualquer ser humano e os árbitros de futebol não estão fora desta estatística. Em muitas oportunidades o Internacional foi claramente prejudicado pela arbitragem, inclusive neste Campeonato. Ontem, a penalidade máxima marcada realmente foi irregular, pois o atleta do Vitória ainda estava fora da área que houve o contato com seu braço. Mas, o erro poderia ter acontecido contra a defesa colorada e assim sucessivamente até o final do campeonato, podendo ocorrer já na próxima rodada, quando hipoteticamente poderemos ser prejudicados na partida contra o Sport do Recife.

De qualquer forma o colorado retornou a ter o mesmo número de pontos do Palmeiras, 53, dividindo a liderança, somente perdendo no critério do número de gols.

Foi mais uma tarde de invasão dos colorados no Beira Rio, mostrando que o time, desde o fatídico campeonato da segunda divisão, nunca foi abandonado, estando em plena sintonia todos os setores do clube, inclusive o setor de marketing, o qual ontem deu uma demonstração de civilidade e de respeito, ao convocar 11 torcedores idosos na entrada dos times para o campo de futebol. Gesto este muito nobre e que nos enche de orgulho de ter no estádio crianças, idosos e mulheres, na mesma proporção dos fanáticos homens colorados.

A trajetória continua, com  muita humildade, buscando os resultados jogo a jogo, contrastando com a soberba de alguns times, que embebidos na pretensa superioridade, não se conformam com a ascensão colorada. Nunca em nossas colunas afirmamos possibilidade real de título neste campeonato, sempre ressaltando a intenção de figurarmos entre os 6 primeiros colocados que são alocados para a Libertadores de 2019. 

Mas, se nos deixarem e se o time continuar a se comportar de forma humilde e abnegada, não será injustiça,  pela primeira vez, um time egresso da segunda divisão, venha a alcançar o título do maior campeonato brasileiro.


Que assim seja.

Grande abraço.



(Foto: Divulgação/Inter)




E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais