Literatura e Português

Retomando a REDAÇÃO do ENEM...

Maria Solange
Agosto 13/ 2018

              Parece incrível, mas daqui a menos de três meses, teremos a prova do ENEM, e uma das principais preocupações do candidato está na elaboração da REDAÇÃO. E para ajudá-lo, eis algumas recomendações:

             ->Tipos de tema cobrados pelo ENEM -> há uma preferência por temas de cunho social e cultural, uma espécie de prova de atualidade. Temas que são problemas de ordem social, cidadania ou ambiental. Ela é exigente quanto ao posicionamento do candidato. Ele deve se posicionar desde o inicio da redação, nunca ficando ''em cima do muro''.

             -> Linguagem empregada -> o candidato deve usar uma linguagem precisa, objetiva, pode adequar  de acordo com o tipo de texto exigido (geralmente é dissertativo-argumentativo), mas sempre uma linguagem escrita no padrão formal, correta e culta.

           -> Proposta de intervenção -> essa proposta deve apresentar soluções viáveis, detalhadas e inovadoras para o problema em questão. Não use as palavras conscientização ou sensibilização como intervenção (isso é o óbvio). Somente as soluções que apresentarem o agente social responsável, os meios necessários para sua implantação e como será feita essa intervenção  terão chances de conseguir uma boa nota na competência 5.

           -> Uso do título -> é facultativo, porém se usar será considerado uma linha. Procure dar um título condizente com o assunto, evitando o uso de uma única palavra (fica muito amplo). Não há necessidade de usar ponto no título, a não ser que seja um questionamento (nesse caso, usa-se ponto de interrogação). Caso for usada uma pergunta, respondê-la no decorrer do texto. Senão perde pontuação. 

         -> Textos motivadores -> esses textos como o próprio nome diz, são para motivar o candidato a ter um ponto de partida. Não é para copiá-los. Caso a banca corretora perceba que é cópia, acarretará em desconsiderar o número de linhas copiadas. O que você poderá escrever são outras ideias que esses textos suscitaram como informações obtidas por outras fontes.

         -> Respeito ao direitos humanos -> muito cuidado com as considerações que desrespeitam o ser humano. Pode-se fazer críticas à sociedade se estas forem procedentes e fundamentadas, mas sempre dentro do respeito ao outro. Procure não atribuir responsabilidades ao governo. Porque muitas vezes, a responsabilidade é de cada cidadão em particular, ou seja, se cada um fizer a sua parte, as coisas andam melhor.

        -> Estrutura de um texto dissertativo-argumentativo -> o texto deve ter de 3 a 5 parágrafos com seu devido espaço. No primeiro parágrafo, apresente uma tese, ou seja, uma rápida ideia do que você irá desenvolver. No segundo, terceiro e quarto parágrafos, desenvolva essa ideia com argumentos que convençam o leitor de que você está no caminho certo tais como: exemplos, dados estatísticos, fatos comprováveis, citações ou depoimentos de pessoas especializadas no assunto, comparações entre fatos com a sua análise. E no último paragrafo, retomar a tese inicial que dê uma conclusão à discussão elaborada no texto com a sua proposta de intervenção.

      -> Sugestões de alguns possíveis temas -> Lições deixadas pela Copa 2018, em que os resultados foram surpreendentes; A luta contra a homofobia, em que a expressão Respeito às Diferenças vem em primeiro lugar; A expectativa de que num futuro próximo haverá mais pessoas idosas do que crianças, acarretando em construção de mais assistência ao idoso do que à infância; Sedentarismo e obesidade: mal do século XXI; A questão do lixo no Brasil acarretando prejuízos ao meio ambiente; A inclusão de uma nova disciplina nos cursos superiores (inclusive a UFSM já incluiu no curso de Ciências Sociais), a disciplina de Ética e Felicidade, alegando que hoje o nosso jovem está muito deprimido, insatisfeito consigo mesmo, não sabendo que decisões tomar, elevando com isso a taxa de suicídios entre os jovens.



(Foto: Divulgação)




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais