Nutrição e saúde

Intolerância ao Glúten

Luísa Vargas
Março 02/ 2018

A doença celíaca (DC) caracteriza-se por uma intolerância ao glúten que é uma proteína presente em cereais como trigo, aveia, centeio, cevada, malte e seus derivados, portanto qualquer alimento que leve na composição um destes ingredientes conterá glúten.

O consumo destes alimentos por portadores da doença leva a uma ativação dos anticorpos do intestino delgado que se combinam ao glúten fazendo com que as vilosidades (dobras) do intestino delgado se nivelem e deixem de desempenhar a função de captação dos macro e micronutrientes. Como consequência, os nutrientes não absorvidos são eliminados com as fezes e o organismo fica privado de nutrientes básicos, podendo levar a deficiências nutricionais.

 O diagnóstico é suportado por um teste sorológico positivo transglutaminase do tecido, mas, em geral, deve ser confirmado por uma pequena biópsia do intestino que mostra a histologia característica associada com a doença.

Antigamente acreditava-se que apenas indivíduos geneticamente suscetíveis tornavam-se portadores de doença celíaca, porém sabe-se que existe um espectro de doenças que levam o indivíduo a não tolerá-lo, sendo a Sensibilidade ao Glúten (SG) a mais comum.

Os sintomas são: diarréia, emagrecimento, anemia, falta de apetite, vômitos, dor abdominal, desnutrição, constipação, entre outros.

O tratamento baseia-se em uma reeducação alimentar com base na exclusão total de alimentos e preparações que contenham glúten. Retirando o glúten da dieta, os sintomas desaparecem e o intestino, aos poucos, se restabelece votando a função normal. 

O que posso consumir?

CEREAIS: arroz, milho e canjica;

FARINHAS: de arroz, mandioca, milho, fubá, fécula de batata, fécula de mandioca, polvilho doce, polvilho azedo, amaranto, soja e quinua;

GORDURAS: gordura vegetal, óleos, margarinas;

LATICÍNIOS, CARNES e OVOS, HORTALIÇAS e LEGUMINOSAS (folhosas, legumes, tubérculos, feijão, cará, inhame, soja, grão de bico, ervilha, lentilha, batata, mandioca)  e FRUTAS.

Busque o profissional nutricionista para garantir os nutrientes necessários por meio de melhores alternativas alimentares como também opções e receitas saudáveis e completas mesmo que sem glúten.

Bolo de cenoura sem glúten e sem lactose

Ingredientes:

¾ xícara de óleo

3 ovos  

½ xícara de açúcar orgânico

100 ml de leite de coco

2 cenouras médias descascadas e picadas

1 xicara de farinha de arroz

1 xicara de fubá

1 pitada de sal

2 col. sopa de fermento em pó

2 col. sopa de chia em grão

2 col. sopa de castanhas trituradas

Modo de preparo:

Bata no liquidificador o óleo, o leite de coco e as cenouras. Após formar uma pasta acrescente os ovos e bata até misturar bem. Despeje a massa em uma vasilha e adicione a farinha, o fubá, o sal, a chia, as castanhas e o açúcar. Mexa bem. Por fim, coloque o fermento e misture delicadamente. Utilizar forma untada e enfarinhada com fubá. Assar em forno pré-aquecido a 180º, por aproximadamente 30 minutos.



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais