Artigo de Pery Sommer Pereira -

EMPREGO FANTASMA X FATURA VOADORA

Ouvinte
Fevereiro 26/ 2018

Nesta briga de foice pergunta-se, quem ganha e quem perde? Evidente que os governos serão os grandes perdedores e passam a ganhar rios de dinheiro os bandidos de colarinho branco nos valores altos na montagem de maracutaias de altíssimos valores que se expandem do Oiapoque ao Chuí. Por muito tempo não se falou em valores baixos e tão somente em milhões, bilhões e num somatório geral atualizado, TRILHÕES DE REAIS. Felizmente nossa grande operação LAVA JATO vem pegando e prendendo os safados//larápios que estão infiltrados na maioria dos partidos políticos infelizmente. Como não existe no mundo regra sem exceção peço a Deus que salve e proteja os bons que ainda militam em nosso mundo politico nacional. Precisamos urgentemente descobrir junto a países decentes de corrupção zero, qual a vacina que foi usada no combate a esta praga que nos assola de forma epidêmica. Será anticorruptocilina?

O vício de emprego público FANTASMA existe há muito tempo segundo informa a imprensa em geral. São exatamente os pilantras protegidos que recebem mesmo sem aparecer no serviço e/ou simplesmente assina o ponto e partem para outro trabalho. Cinismo absoluto que não poderia mesmo continuar. Na iniciativa privada não existe situação igual e a possibilidade de surgir é ZERO.

Quanto às FATURAS VOADORAS também muito noticiadas são exatamente aquelas que decolam de determinadas empresas fornecedoras de materiais diversos, alimentos, merendas etc. e serviços onde se incluem grandes obras como estradas, poucas ferrovias, estádios monumentais que foram verdadeiros ELEFANTES BRANCOS e fazem aterrissagem diretamente na contabilidade e caixa do órgão e/ou Empresa Estatal contratante. O grave é que muitas vezes o material ou mercadorias não são entregues e obras não são executadas apesar de pagas. Ouvindo na segunda-feira (19.02.2018) os principais comentaristas da CBN nota-se que estão lançando cortinas de fumaça para tentarem esconder a gravidade da situação que vivemos presentemente. Tanto a Intervenção no Rio de Janeiro como a situação da Previdência que necessitam ainda aprovação do congresso poderão sofrer alterações, ou seja, falta muito pano para manga. A Justiça poderá ate tardar um pouco, todavia não falhará.

Que não se culpe ao funcionalismo em geral, absolutamente, NÃO. São minorias audaciosas/atrevidas que conseguiram êxito em suas monstruosas roubalheiras e com poder corruptor conseguiram comprar todo o necessário para montagem de uma torre de Babel e/ou Eiffel. Verdadeiros mentecaptos metidos a bons políticos e que graças a um bom trabalho policial vem sido pegos faltando apenas alguns medalhões.

A crise que vivemos presentemente não foi a primeira e nem será a ultima e o que desejo aos meus semelhantes é que as próximas não venham mais com o peso desta. Ate sempre.

Pery Sommer Pereira - ''Viajante no Mercosul''.

www.conesulemnoticias.blogspot.com




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais