Literatura e Português

F É R I A S para descansar e aprender

Maria Solange
Janeiro 09/ 2018

              Nada melhor do que boas e merecidas férias com a sensação de dever cumprido. As férias são muito importantes para podermos repor as energias, retomar o fôlego, descansar e ?carregar as baterias? nos divertindo e relaxando para voltarmos para o trabalho com toda a força para fazer a diferença. E quando viajamos, as férias são ainda melhores, porque sempre conheceremos coisas novas e pessoas diferentes pelo caminho, que trazem outras referências  para a nossa vida e que nos enriquecerão com as suas experiências.

              Aproveitemos ao máximo a viagem de férias. Passeemos, descansemos, leiamos, dancemos, vejamos muitos e bons filmes e tiremos muitas fotos para  registrarmos esses momentos inesquecíveis. Porque férias não são só para descansar, são também para colocarmos a nossa agenda em dia no que se refere à leitura de livros; assistência de filmes e teatros; visitação a museus; conhecimento de novos lugares, novas paisagens... E para concretizar algumas dessas atividades, sugiro algumas ideias de entretenimento:

               *- Leitura de livros com a assistência aos respectivos filmes -> Seria interessante ler primeiro o livro para depois assistir ao filme para ver  a diferença. E até assistir em família e abrir para uma discussão.  

              1-''Como eu era antes de você'' de Jojo Moyes -> é uma emocionante história envolvendo dois personagens, Lou e Will. Will é um cara bem-sucedido que se torna cadeirante após um acidente. Já Lou é perseguida por empregos que não dão em nada. Quando o mundo de ambos se chocam, Lou está determinada a provar para Will que a vida vale a pena e juntos eles embarcam em uma aventura que mudará os dois de formas que eles jamais imaginariam.

              2- ''Depois de você'' de Jojo Moyes -> é a sequência desta irresistível história de amor.

              3- ''Extraordinário'' de R.J. Palacio  -> A história é amor à primeira vista e é um manifesto a favor da gentileza. Auggie nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Por isso, ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

             4- ''A chave de Sarah'' de Tatiana de Rosnay -> Em A Chave de Sarah, Julia Jarmond, uma jornalista americana que vive na França, é designada para cobrir as comemorações do 60º aniversário do Vel d'Hiv, episódio do qual ela nunca ouvira falar até então. Ao apurar os fatos ocorridos, a repórter constata que o apartamento para o qual ela e o marido planejam se mudar pertenceu aos Starzynski, uma família judia imigrante que fora desapossada pelo governo francês da ocupação, e em seguida comprado pelos avós de Bertrand. Julia decide então descobrir o destino dos ocupantes anteriores - e a história de Sarah, a única sobrevivente dos Starzynski, é revelada. 


(Foto: Divulgação)







Compartilhe esta coluna em suas redes sociais