Nutrição e saúde

Desista dos regimes e adote um novo estilo de vida: reeduque-se!

Luísa Vargas
Setembro 15/ 2017

Como a chegada do calor começa a chover dietas imediatistas que prometem emagrecimento rápido e eficiente. Dentre as dietas da moda, existem diversos tipos como a da lua, da sopa, da proteína, do tipo sanguíneo, enfim. Em sua maioria costumam ser restritivas e com baixo valor calórico. Sem levar em consideração os macros e micros nutrientes, hábitos e rotina, preferências e necessidades de cada indivíduo, sem qualidade de vida e muitas vezes de formas não saudáveis.        

Vivemos hoje um terrorismo nutricional. As pessoas não sabem mais o que comer. E por isso, a reeducação alimentar é e sempre será a palavra de lei.

Sem se reeducar você continuará começando e terminando dietas, oscilando seu peso e vivendo constantemente na busca de soluções para uma ''dificuldade'' que só será resolvida quando você aprender a comer, quando o ato de comer se tornar realmente prazeroso, e não uma fuga para controlar sua ansiedade.      

É importante deixar a preguiça de lado, experimentar novos pratos, aprender a sentir o verdadeiro sabor da comida, seu aroma, beber mais água, comer devagar, praticar atividade física e o mais importante, ter paciência para que as mudanças aconteçam. 

Você é único, e as suas necessidades também! Não é porque algum pessoa que você se espelha como modelo, faz adieta da moda e usa o produto X, que essa dieta ou esse produto seja o ideal para você também.

É necessário que essa conscientização exista, o objetivo que você deseja só será alcançado com as devidas mudanças alimentares, de comportamento, e um profissional especializado poderá auxiliá-lo nesse processo.

Reeducação alimentar é mudança de estilo de vida, não é moda. As deitas da moda passam, mas a reeducação alimentar fica para a vida toda.

E toda mudança quando é bem vinda se torna permanente.


(Foto: Divulgação)





Compartilhe esta coluna em suas redes sociais