Nutrição e saúde

Orientações nutricionais para controle do colesterol

Luísa Vargas
Agosto 12/ 2017

Vários fatores estão relacionados com o aumento nos níveis de colesterol sanguíneo, como por exemplo: idade, dietas ricas em gorduras saturadas (carne bovina com gordura, carne ovina, carne suína, aves, gordura animal (banha), bacon, manteiga, creme de leite, leite integral, coco, manteiga, chocolate branco ou ao leite, óleos e gorduras hidrogenadas vegetal ou animal em grande quantidade; histórico familiar; peso corporal; sedentarismo, presença de outras doenças (diabetes, obesidade, anorexia nervosa, hipotireoidismo, câncer entre outras).             

Se seus níveis de colesterol no sangue estão elevados, preste atenção a estas dicas:

- Aumente o consumo de fibras solúveis (aveia, arroz integral, frutas), pois elas reduzem a absorção do colesterol ruim ? LDL (colesterol ruim).

- Reduza o consumo de gorduras saturadas e trans (frituras, bolos, biscoitos, sorvetes, carnes gordas).

- Aumente o consumo de alimentos antioxidantes (frutas e verduras), pois as moléculas de colesterol são altamente vulneráveis aos danos causados pelos radicais livres.

- Reduza o consumo de açúcares e álcool, pois estimulam o fígado a produzir ainda mais LDL.

- Inclua na alimentação gorduras boas (castanhas, nozes, linhaça, azeite de oliva e peixes), pois aumentam o HDL (colesterol bom) e reduzem o LDL.

- Aumente o consumo de alho e cebola, pois ajudam a reduzir o colesterol e triglicerídeos.

- Acrescente temperos nas refeições como: pimenta, manjericão, alecrim e orégano, pois eles são ricos em antioxidantes, que previnem a oxidação do colesterol.

- Reduza o consumo de café, pois a cafeína torna esse colesterol circulante, podendo contribuir para a oxidação do colesterol.

- Consumir diariamente carnes magras, retirando a pele antes das preparações;

- Preferir preparações assadas, grelhadas ou cozidas;   

- Consumir leite e iogurte preferencialmente desnatado, queijo branco ou ricota;

- Atividade física orientada também lhe garante melhoras nos níveis de aumento de HDL e redução de LDL;    

- Tomar bastante água (8 copos de água/dia);   

- Consumir frutas e verduras da época;                

- Evitar ao máximo alimentos como salame, salsicha, presunto, mortadela, produtos enlatados, temperos prontos como caldo de galinha, bacon, nata, creme de leite, bolachas recheadas, salgadinhos industrializados, frituras, sorvetes, mousses , queijos amarelos e produtos de padaria;

- Acrescente na sua alimentação cereais integrais, como linhaça triturada, granola sem açúcar, cookies integrais, pão integral, entre outros.



(Foto: Divulgação)






Compartilhe esta coluna em suas redes sociais