Coluna sobre Literatura e Português

Dicas para a prova do ENEM

Maria Solange
Junho 14/ 2017

DICAS  para a prova do ENEM    

                  1ª -> Mantenha-se atualizado -> Estar ligado nas atualidades e transformar a informação em conhecimento é uma competência que precisa ser desenvolvida. A essa altura dos estudos, o aluno não pode perder a oportunidade de manter-se atualizado. Isso é importante tanto na prova de Ciências Humanas quanto na Redação, que exige repertório para elaborar uma boa argumentação.

               2ª -> Leia bastante e de tudo -> A área de Linguagens, uma das mais abrangentes da prova, cobra a habilidade de interpretar textos, e a melhor forma de adquiri-la é lendo bastante. Recomenda-se a leitura variada  de textos jornalísticos, anúncios de publicidade e literatura. Você pode procurar jornais, revistas, blogs de notícias todos os dias e, semanalmente, ler poemas de épocas variadas e até letras de música. Vale desde Noel Rosa até Crioulo. A leitura também vai ajudar a ter repertório e vocabulário para a Redação.

              3ª -> Pratique semanalmente a produção escrita -> Procure escrever uma redação por semana ou, pelo menos, escreva algum comentário, um resumo, uma ideia que ouviu ou leu em algum material. Essa prática vai lhe dar segurança na hora de escrever a redação. Procure sempre mudar a maneira de como iniciar, desenvolver e concluir o texto. Evite usar chavões ou clichês.                                          

             4ª -> Relacione passado e presente -> As provas do ENEM são caracterizadas pela interdisciplinaridade. Por isso, as questões na área de Ciências Humanas, como História, buscarão relacionar fatos do passado com acontecimentos recentes. E a parte de Literatura também tem ligação com os fatos históricos no que se refere à maneira de este ou aquele escritor escrever.

              5ª -> Priorize temas frequentes -> Nesta fase final de estudos, valorize assuntos que aparecem com mais frequência nas provas. Na parte de Linguagens, a parte que envolve as Funções da Linguagem (referencial, metalinguística, poética, emotiva, fática e apelativa) e as Figuras de Linguagem (metáfora, hipérbole, metonímia, comparações, antíteses, prosopopeias...) sempre aparece em questões ligadas ao texto em prosa ou em verso, charges, tirinhas. 

            6ª -> Não só memorize, compreenda -> Não basta só memorizar o assunto, é necessário compreender e saber a sua aplicabilidade. Por isso, é importante que o candidato tenha um bom domínio dos assuntos para resolver as situações. Ler com atenção os textos bem como a ordem das questões para ver exatamente o que se está solicitando.

            7ª -> Encontre sua forma de estudar e tenha tranquilidade -> As pessoas são diferentes e, por isso, não há rotina de estudos que se aplique a todas. Identifique a forma de estudo em que você é mais produtivo e tenha tranquilidade. A cinco meses da prova, é difícil estudar o que não se viu até agora, por isso, confie no que você já sabe bem e fixe o assunto para não se frustrar por errar aquilo que já sabia.

Compartilhe esta coluna em suas redes sociais