História do Rio Grande do Sul em destaque

Vultos históricos do passado (11)

Adari Ecker
Junho 02/ 2017

Faz-se necessário reverenciar nossos vultos históricos do passado, em razão de tudo o que fizeram. Foram os exploradores dos sertões e dos antigos caminhos, bem como, foram pioneiros no povoamento da nossa região, então lugares isolados da civilização, cercados de animais selvagens e de perigos.

Estes homens do passado nos deixaram importante legado material e moral.

O território que hoje usufruímos é um colosso, rico em todos os aspectos, o que por si só justificaria o nosso reconhecimento. 

Eles povoaram o território para assegurá-lo para Portugal, e depois para o Brasil. 

Os fatos e os acontecimentos que resultaram desta história são o conjunto de conhecimentos, coordenados e sistematizados, cujo objetivo é nos proporcionar o entendimento do progresso e da evolução do homem no tempo. 

Portanto, precisamos conhecer mais sobre estes vultos históricos, que abriram caminhos, criaram estâncias, vilas e municípios.  

Entendo que isto foi muito importante e penso que conhecendo mais o que aconteceu muitas coisas vão se aclarar em nossas mentes. 

Não se trata de mera pretensão de narrar fatos, acontecimentos, personagens e enaltecer famílias. 

É necessário conhecer mais sobre os pontos de referências do passado em relação a nossa realidade atual, pois sem eles, não estaríamos aqui.

Falamos de homens que atuaram na organização comunitária, na defesa da honra, da integridade do território e da soberania de nossa terra.

Paulistas, que se autodenominaram Continentinos, e aos poucos assumiram a identidades de gaúchos.

Como fazendeiros ou como soldados, deixaram um grande legado de patriotismo. Serviram com denodo à pátria. Com dignidade, venceram os percalços. 

Mantiveram-se fiéis à identidade portuguesa e brasileira, e com orgulho de brasilidade preservaram os valores das nossas instituições, ajudando a construir a pátria.

Portanto, é preciso estudá-los, analisá-los, interpretá-los e compreendê-los.

Isto nos possibilitará uma maior compreensão e uma ação mais consciente da realidade atual, identificando os processos de construção da nossa história.  

Resumindo, precisamos conhecer o passado para entender o presente, pois somos protagonistas do conhecimento da história da nossa terra e da nossa gente.

Lamentavelmente vivemos momentos conturbados da nossa história contemporânea, principalmente de modificações estruturais sociais, com consequências na sociedade e com reflexos nos valores éticos e de reconhecimento.

Os próprios educadores, desmotivados e por questões de sobrevivência, não se aprofundam nestes estudos, superficializando estes conhecimentos ou até não dando a importância devida ao tema.

Por outro lado, poucos membros da antigas famílias se envolvem neste tema como deveriam, ficando assim, prejudicado o resgate histórico-cultural de seus antepassados, os verdadeiros heróis do passado.


*Imagem meramente ilustrativa do fardamento de alferes do Exército Português. Representa  Alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, e foi retirada do site: http://seguindopassoshistoria.blogspot.com.br/2009/09/tiradentes-o-homem-por-tras-do-mito.html. É uma imagem meramente ilustrativa para demonstrar como se vestia um Alferes do Exército Português.

Compartilhe esta coluna em suas redes sociais