Coluna dos apaixonados pelo Colorado

Novo desafio

Anderson Amaral
Maio 15/ 2017

Sábado iniciamos a participação na temida série B, que outrora era privilégio dos gremistas. Não é fácil para qualquer colorado, assistir jogos aos sábados, terças ou sextas-feiras. Mas é a nossa realidade e o desafio mais instigante para o ano de 2017.

Foi um início que nos enche de esperança. O Londrina Esporte Clube, primeiro adversário, não apresentou resistência para a dupla de castelhanos Nico Lópes e D´Alessandro. Nosso goleiro, 4º reserva, foi pouco exigido, mas terá que se preparar pois os próximos desafios serão ''casca grossa''.

Várias foram as manifestações de nossos amigos rivais, anteriores ao jogo, anunciando o Londrina, como o melhor café para saborear na tarde chuvosa de sábado. Mas o que se viu, foi um balde de água fria nos cafezais paranaenses. Com certeza, os demais 37 jogos exigirão maior atenção de nossos atletas, os quais não podem entrar em campo de ''salto alto''. Muitas dificuldades virão.

Passado o nervosismo da estréia, na próxima quarta feira enfrentaremos o atual campeão brasileiro, no Allianz Parque em São Paulo, no primeiro jogo das quartas de finais da Copa do Brasil.

Jogo duríssimo, ainda mais que o Palmeiras, na primeira rodada do Brasileirão, atropelou o Vasco da Gama, aplicando uma goleada incontestável de 4 X 0.

Talvez essa empolgação palmeirense nos ajude, porque tanto a torcida com os jogadores saíram com a impressão de que o time é avassalador e invencível em São Paulo.

Teremos que jogar com paciência e suportar as primeiras investidas normais de qualquer time que joga em seus domínios, se utilizando das investidas rápidas de Marcelo Cirino e a categoria da dupla castelhana do ataque. Prevejo um empate com gols neste confronto, ficando a vantagem do empate para o jogo da volta que ocorrerá dia 31.05.17, no Beira Rio.

O discurso da Direção é no sentido de priorizar a série B, o que proporcionará o retorno à elite do futebol brasileiro, mas nós torcedores,mesmo entendendo a posição do clube, nutrimos a esperança de conquistarmos também, um título nacional, como é a Copa do Brasil.

É uma nova equipe que o Internacional formou, mudando radicalmente a fotografia do ano de 2016, sendo que a nova Diretoria demonstra ser totalmente contrária aos atos da anterior, tanto na gestão administrativa como dentro de campo.

Grande Abraço.



(Foto: Divulgação/ Inter)




E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais