Literatura e Português

Figuras de Linguagem

Maria Solange
Abril 23/ 2018

As Figuras de Linguagem, também chamadas de figuras de estilo, são recursos estilísticos utilizados na linguagem oral e escrita que aumentam a expressividade da mensagem, tornando a linguagem mais rica e expressiva. Esses recursos revelam a sensibilidade de quem os utiliza, traduzindo particularidades estilísticas do emissor da mensagem. 

               Existem vários tipos de figuras de linguagem: umas são mais conhecidas; outras, menos conhecidas. Umas são mais utilizadas na linguagem oral; outras, na linguagem escrita. Eis aqui algumas dessas figuras que aparecem nas mídias sociais, nos anúncios publicitários, nas conversas...

               1-Antítese -> uso de palavras com sentido contrário no mesmo contexto. 

Ex.: Não deixe para fazer amanhã o que pode fazer hoje. (amanhã / hoje)

       ''Tristeza não tem fim, felicidade sim''. (tristeza/ felicidade; não/ sim)

       ''Sem a escuridão não saberíamos apreciar a luz''. (escuridão / luz)

               2- Paradoxo -> uso de palavras com sentido contrário simultaneamente.

Ex.: Este é um pequeno grande texto. (pequeno= tamanho; grande= mensagem)

        Maria Teresa era uma pobre mulher rica. (pobre= coitada; rica=abastada)

        ''Já estou cheio de me sentir vazio''. (cheio= repleto; vazio= sem nada)

               3- Metáfora -> uma comparação em que os termos comparativos são implícitos.      

Ex. : ''As  mãos que dizem adeus são pássaros que vão morrendo lentamente.'' (como pássaros) ; Esta informação será a chave do problema. (como a chave) ; Minha vida é mar de rosas. (como se fosse)

              4- Símile -> uma comparação em que os termos comparativos são explícitos.

Ex.: Os sonhos são como bolhas de sabão. Minha vida é como um livro aberto. Esta noticia caiu como um balde de água fria.

              5- Hipérbole -> um exagero tanto para mais como para menos.

Ex.: Já te disse um milhão de vezes para irmos embora. ''Rios te correrão dos olhos, se chorares''. Naquela festa não tinha ninguém. ( pouca gente) 

             6- Eufemismo -> suavidade de expressão para não magoar as pessoas.

Ex.: Após tanto sofrimento, finalmente entregou a alma a Deus. (morreu)

        Passou por aqui um  senhor idoso, calvo e grisalho. (velho, careca)

        Ele enriqueceu por meios ilícitos. (roubando)

             7- Pleonasmo ->  repetição de uma mesma ideia com o intuito de reforçar.

Ex.: Aquela família vive uma vida tranquila, sem preocupação. ( vive / vida)

        Chovia uma chuva fininha e fria. (chovia / chuva)

        O garoto cantou uma canção muito linda. (cantou / canção)

*Atenção! Evitar os pleonasmos viciosos tais como: subir a subida; descer a descida; entrar para dentro; sair para fora; encarar de frente; cair um tombo; elo de ligação...

            8- Metonímia -> substituição de uma palavra por outra.

Ex.: As crianças gostam de tomar Coca-cola. (uso da marca pelo refrigerante)

        Os alunos gostam de ler Martha Medeiros. (uso do autor pela obra)

        O gaúcho gosta de tomar chimarrão. ( uso do singular pelo plural)

            9- Prosopopeia -> personificação de seres incapazes de realizar ações humanas.

Ex.: A lua se escondia encabulada atrás da nuvens. (encabulada)

   As folhas bailavam alegremente quando o vento passava por elas. (bailavam alegremente)

            O passarinho, furioso com a convencida arara, disse que ia embora. (furioso/ disse)

          10- Onomatopeia -> imitação de sons e ruídos.

Ex.: Só se ouvia o tilintar dos copos. (tilintar) ; O tique-taque do relógio me irritava. (tique-taque) ; Você não está ouvindo o triiim do telefone? (triiim)



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais