Coluna Circulando e a política atual.

Suplente em cena.

Ana Maria Leal
Novembro 20/ 2018

Encontrei nomes do Progressista que há bastante tempo não via na câmara de vereadores na noite desta segunda-feira (19), como Jorge Meira, Flávio Adiers e Giovana Ceconello.

Estavam lá para prestigiar o suplente Rafael Sant´Anna de Moraes, que assumiu na ocasião para as duas sessões realizadas na noite, primeiro a ordinária, e, a seguir, a solene, para entrega da distinção Zumbi dos Palmares.

O irmão Fernando, vice-prefeito, que não é novidade no plenário do legislativo, aumentou a fileira do partido.

Nomes do PSL também compareceram pelo mesmo motivo.

Estavam lá Alécio Sella, Maria Luiza Locatelli, José Morchaider, Toni Bagetti.

Presença que demonstrando o apoio do PSL a Rafael reforça o elo com o chamado ''Grupo dos 8'' formado antes das eleições deste ano, pró candidaturas de Heinze e Bolsonaro, que depois foi alterado para ''Grupo dos 9''.

Aliás, Rafael usou a tribuna para fazer uma referência à existência do Grupo por ter sido taxado na imprensa de ''oposição à atual administração''.

Estava bastante aborrecido.

Disse que jamais esse foi o foco até por respeito ao irmão, que compõe o governo municipal.

E que acusações desse tipo demonstram que "pessoas maldosas, que desagregam, provocando picuinhas, brigas entre aqueles que governam, e não trazem de bom para o município, estão em todo o lugar, inclusive em Carazinho". 



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais